Você faz dieta e não consegue emagrecer? Já tentou musculação, aulas de dança e vários outros tipos de exercícios e nada? O que pode estar acontecendo com você está com o metabolismo lento.

Para poder perder peso, o seu metabolismo tem que funcionar de uma forma adequada e sempre ativo. Quando isso não acontece o corpo acumula mais gordura que precisa.

Com o passar dos anos o nosso metabolismo tende a ficar mais lento, por isso ouvimos muitas pessoas falarem que quando eram mais novas era muito mais fácil de emagrecer, tudo isso por causa do metabolismo lento.

O que é metabolismo?

Metabolismo é o conjunto de transformações e reações químicas através das quais se realizam os processos de síntese degradação (ou decomposição) das células. Ele está relacionado com três funções vitais do corpo humano, são elas:

• Nutrição – inclusão de elementos essenciais no organismo
• Respiração – oxidação desses elementos para a produção de energia química
• Síntese de molécula – utiliza a energia produzida.

O processo metabólico se divide em dois grupos:
• Anabolismo – são reações químicas construtivas, que produzem matéria orgânica nos seres vivos.
• Catabolismo – são reações químicas destrutiva, que existe uma quebra de substância.

Identificando o que deixa o metabolismo lento

Agora que já deu para entender um pouco mais sobre metabolismo e já sabemos que para emagrecer precisamos fazer com que ele trabalhe rapidinho, vamos descobrir que hábitos estamos tendo que estão desacelerando o metabolismo.

Assim você terá condições de identificar as coisas que você está fazendo que estão deixando seu metabolismo lento e prejudicando no emagrecimento.
metabolismo lento
1 – Dormir pouco
A falta de sono tem um impacto direto no sistema endócrino. Se você não consegue dormir o suficiente, certamente está produzindo mais cortisol, responsável pelo aumento do armazenamento de gordura. Outro hormônio que é prejudicado com a falta de sono é a grelina, que regula a fome.

Os níveis de leptina diminuem e este hormônio é necessário para suprimir o nosso apetite e moderar o balanço energético do corpo. Como resultado, a tendência é comer mais e armazenar mais gordura quando não dormimos bem.

Estudos mostram que uma semana de noites mal dormidas já pode resultar diretamente no ganho de peso.

2 – Dieta muito restrita
Exagerar nas restrições também pode prejudicar o bom funcionamento do seu metabolismo. Comer menos de 1200 calorias por dia pode fazer seu metabolismo desacelere, pois o organismo toma isso como uma temporada de fome e irá armazenar gordura e usá-la “quando não há mais alimentos”.

As dietas de desintoxicação de líquidos também estragam a rotina da atividade metabólica e é prejudicial na hora de perder peso.

3 – Eliminar os carboidratos
Mesmo sabendo que limitar a ingestão de carboidratos seja a chave para a perda de peso, eliminá-lo por completo pode não ser prejudicial.

O grande segredo é se concentrar no tipo de carboidrato que você está ingerindo, além de comer uma pequena porção em cada refeição. Como por exemplo, arroz integral, aveia, pão de trigo integral e quinoa.
metabolismo lento
4 – Carência de nutrientes importantes
Ficar morrendo de fome para emagrecer também não ajuda em nada no funcionamento do metabolismo, porque o corpo precisa de certos nutrientes e minerais para queimar calorias e manter o tecido muscular.

O ferro, o cálcio e a vitamina D, são alguns dos mais importantes, mas se o corpo experimentar uma carência deles, o metabolismo pode reduzir suas atividades.

5 – Pular refeições
Não comer pelo menos três refeições por dia diminui o metabolismo, principalmente se a refeição que você pulou foi o café da manhã. Quando comemos algum alimento antes de uma hora do despertar, você estará dando ao corpo uma boa dose de energia para o resto do dia, assim ativa o metabolismo.

6 – Não beber água
Beber muita água é essencial para qualquer tipo de dieta de emagrecimento, pois a desidratação é um fator que ajuda a diminuir o metabolismo. Beba, no mínimo, oito copos de água todos os dias.

7 – Abusar de bebidas zero calorias
Mesmo que não tenha açúcares, as bebidas com zero calorias tendem a elevar o nível de insulina no organismo, fazendo com que o seu metabolismo trabalhe de forma mais lenta.

8 – Comer pouca proteína
Nós mulheres precisamos consumir de 1,2 a 1,8 gramas de proteínas por quilo todos os dias. Para aumentar seu metabolismo experimente comer iogurte grego ou ovo no seu café da manhã. Coma uma porção de frango, que tem 25 gramas de proteínas por porção ou peixe, que tem 22 gramas, no almoço ou no jantar. Você também pode incluir na sua dieta o feijão preto, que tem 15 gramas de proteínas em cada porção.
metabolismo lento
9 – Sedentarismo
Quanto mais tempo você ficar sentado no sofá na frente da televisão, mais lento se torna o seu metabolismo. Tente se manter em movimento sempre que puder, mesmo que o seu trabalho lhe force a isso. O ideal é fazer algum tipo de atividade física. Se você quer saber mais sobre sedentarismo, clique aqui e leia este artigo.

10 – Ficar sentado por muito tempo
Quando estamos sentados por muito tempo os músculos tendem a relaxar. Se o você precisa ficar muito tempo parada por causa do trabalho, por exemplo, uma boa dica é esticar as articulações sempre que possível, isso vai evitar que seu metabolismo fique mais lento.

11 – Tirar o café do seu dia a dia
O café preto ajuda na perda de peso, assim como o chá verde. Eles podem ser consumidos tranquilamente, desde que não seja com leite e nem com açúcar. Tome seu cafezinho diariamente e seu metabolismo continuará regulado.
metabolismo lento
12 – Fazer exercício de forma errada
De nada adianta você ter uma alimentação correta se na hora de se exercitar você fazer tudo errado, isso pode prejudicar o bom andamento do seu metabolismo, sabia?

Para poder perder peso e deixar seu metabolismo em um ritmo mais alto, você precisa fazer exercícios de força e de intervalos de alta intensidade. Isso vai preservar a massa muscular e aumentar a taxa metabólica.

Confira os cinco principais exercícios para aumentar o metabolismo:

• Lutas – o box, muay thai e MMA promovem um grande gasto de energia por movimentarem muitos músculos e pela alta intensidade dos exercícios. Uma hora de aula, você pode gastar 800 kcal.

• Corrida – correr por 30 minutos a 80% da sua frequência cardíaca máxima pode consumir cerca de 600 kcal. Isso vai acontecer porque você estará movimentando grandes grupos musculares. Quanto mais tempo durar sua corrida, maior vai ser a liberação de hormônio como glucagon, adrenalina e cortisol, que são responsáveis por promover grandes gastos energéticos por até duas horas após o término do treino. Se você quiser ler mais sobre corrida, clique aqui ( ) e leia este artigo.

• Bicicleta – pedalar também aumenta a liberação do glucagon e da adrenalina que, segundo especialistas, promovem maior utilização da gordura como fonte de energia, o que é a melhor opção para quem quer emagrecer e deixar seu metabolismo a mil por hora. Uma pedalada de 30 minutos feita com uma frequência de 80% chega a gastar em torno de 500 kcal.

• Musculação – é um ótimo exercício físico para o aumento de massa muscular, porque estimula a produção de testosterona e a diminuição do cortisol. Embora o gasto calórico durante o exercício não seja tão alto (uma média de 300 kcal), o aumento da massa magra ajuda a acelerar o metabolismo de repouso e intensificar o gasto calórico de atividades do cotidiano.

• Dança – os movimentos da dança são capazes de movimentar um grande número de músculos, além se ser uma ótima opção para diminuir alguns centímetros nas suas medidas e relaxar o estresse do dia a dia. Uma hora de aula é capaz de queimar, aproximadamente, 350 kcal.

13 – Pesticidas
Uma das piores coisas para deixar o metabolismo lento são os pesticidas que geralmente são encontrados nos vegetais frescos. Certos produtos químicos organoclorados afetam a energia do corpo, além causar vários distúrbios no organismo.
metabolismo lento
14 – Falta de cálcio e ferro
Quando o corpo não tem um fornecimento de cálcio o metabolismo tende a ficar lento. O cálcio, além de proteger os ossos, colabora com a queima de gordura, deixando o metabolismo ativo.

Quanto ao ferro, quando existe baixos níveis no corpo, pode afetar diretamente o metabolismo, especialmente durante a menstruação, quando é o período que perdemos sangue e com ele uma boa quantia de ferro. Neste período sempre é bom comer produtos ricos em ferro ou, até mesmo, tomar algum tipo de suplemento.

15 – Alimentos gordurosos
Evite comer alimentos ricos em gorduras e frituras em geral. Estes tipos de alimentos deixam seu metabolismo lento e ajudam no acúmulo de gordura localizada.

Alimentos à base de queijos, carnes gordas e creme de leite são cheios de gordura e isso interfere na rotina saudável do seu metabolismo. Você pode ficar tranquilamente sem eles, como no máximo quatro vezes por semana.

É importante deixar claro que metabolismo lento não é necessariamente responsável pelo seu ganho de peso. Geralmente outros fatores são mais importantes do que o metabolismo lento. Podemos falar de:

• Quantas calorias você consome diariamente e quanto você gasta
• Quantas vezes e com quanta intensidade se exercita
• Sua genética e histórico familiar
• Medicamentos que estão sendo ingeridos
• Outros hábitos citados acima ou grande parte dele.

Bom, vou ali reformular minha dieta e meu treino e já volto.

Gostou do artigo? então compartilhe!

Shares

Artigos relacionandos

Deixe seu comentário

Receba mais dicas como essa antes que todo mundo!

Digite seu melhor e-mail abaixo e clique no botão, simples assim!

Parabéns! Agora você receberá as nossas dicas em primeira-mão!