Depilação a laser como funciona, prós e contras. Saiba tudo sobre esse tratamento.

Depilação é e sempre será uma coisa muito chata e dolorida, principalmente nas épocas mais quente do ano onde precisamos fazer mais seguidamente, pois usamos roupas mais curtas e biquínis.

Nos últimos anos a depilação a laser começou a ser mais discutida e difundida no Brasil, embora nos Estados Unidos ela seja considerada o procedimento estético mais comum entre as americanas. Este processo pode ser uma boa alternativa para eliminar os tão temidos pelos que insistem em nos incomodar.

Quando falamos em depilação a laser, a primeira coisa que vem à cabeça é que se trata de um procedimento definitivo. Não é bem assim. Ao contrário do que parece ser essa não é uma técnica que extermina os pelos para sempre.

Este procedimento elimina cerca de 30% dos pelos a cada sessão e tem a capacidade de interromper o crescimento deles em até 80% até o final do tratamento. É importante lembrar que os 20% dos pelos restantes vão crescer mais fracos e espaçados e o tempo que dura esse resultado vai depender de uma pessoa para outra, o que pode variar de dois a cinco anos.

Mas antes de optar por esse método, é importante saber como ele funciona e os prós e contra da depilação a laser.
depilação a laser como funciona

Como funciona a depilação a laser

Existem vários dispositivos de laser disponível no mercado, mas todos eles usam, basicamente, a mesma tecnologia. Um dispositivo fornece energia a laser que procura a melanina presente nos pelos indesejados.

A substância que é a responsável pela cor preta do fio atua como condutora de calor, penetrando diretamente na raiz e danificando o folículo, impedindo que nasça pelos novos nas áreas aplicadas.

Muitas vezes o resultado não é como esperamos, pois, os raios de laser são absorvidos pela melanina, como já falamos, e os pelos mais claros acabam não sendo eliminados completamente e podem nascer outra vez. Isso vai depender de cada tipo de corpo e hormônios de cada uma que passa pelo processo.

Existe também a fotodepilação, que é muito semelhante com a depilação a laser, mas promete dois importantes diferenciais: baixo custo e ausência total de dor. O procedimento também é feito através de Luz Pulsada Intensa, só que com menos potência e menos concentração de luz.

Durante o processo, podem ser utilizados vários tipos de laser, como:

  • Laser de rubi – é utilizado para cabelos finos e leves. Por ser o tipo mais antigo de laser, ele ainda não é recomendado para mulheres de pele mais escura ou bronzeada, devido ao elevado risco de queimaduras.
  • Laser Alexandrita – a principal diferença deste laser é que combina um gás com ele, responsável por gelar a pele e evitar queimaduras. O Alexandrita tem um pico mais alto de intensidade e por isso dispensa essa energia por menos tempo. Entre as vantagens estão a eficiência na remoção de pelos mais finos, como os do buço, por exemplo. Por causa do resfriamento do gás, ele pode se tornar menos dolorido. Esse é o mais utilizado atualmente.
  • Laser Soprano XL – considerado o menos dolorido, o Soprano dispara vários feixes de luz em uma área maior. São vários disparos, mas com menos energia, machucando menos a pele, por isso menos dor. O laser age no pigmento escuro do bulbo piloso, matando as células que fazem os pelos crescerem. Por isso é preciso fazer várias sessões, pois em cada fase do crescimento do pelo, algumas células estão mais longe ou mais perto da raiz. Entre as vantagens podemos destacar o menor risco de lesão na pele e suavidade da dor, tudo por causa dos vários disparos feitos no mesmo local, mas com menos energia.Pessoas de pele negra não devem utilizar esse laser, já que ele procura o pigmento escuro e pode alcançar também a pele do paciente, podendo criar lesões. Pessoas mais morenas podem ficar com a pele vermelha após as sessões. Depois de dois dias também podem aparecer casquinhas, por isso é recomendado evitar o sol nos primeiros dias. 
  • Laser de Diodo – este é o laser mais eficaz para a pele mais escuras, mas não funciona tão bem para pelos mais finos e mais claros. Ele também é utilizado para tratar grandes áreas.
  • Laser Nd:YAG – esse é mais seguro para peles morenas, já que o cumprimento das ondas são menores e a afinidade pela melanina é um pouco menor. Existe algumas dúvidas sobre o resultado deste laser, se essa realmente é uma depilação permanente ou apenas um retardo temporário no crescimento dos pelos.
  • Laser Light Sheer – é o mais popular de todos os lasers e é considerado o melhor de todos na remoção dos pelos. Ele atua diretamente na raiz, deixando ela mais fraca e reduzindo o crescimento de pelos na região. Pessoas com qualquer tipo de pele podem utilizar desse método, inclusive aquelas que estão bronzeadas. Sem contar que o tempo da sessão pode diminuir em 75%, se comprada com a versão anterior deste mesmo laser.
    Entre as vantagens, a redução permanente dos pelos e pode tratar grandes áreas de uma vez só. O número de sesso pode variar de acordo com o tipo de pele, da densidade e cor do pelo, sexo do paciente, região tratada e fluência utilizada do laser, mas em média cinco sessões com intervalo de quatro a seis semanas.

depilação a laser como funciona

Quais são os riscos da depilação a laser?

Já sabemos que o processo da depilação a laser é simples, mas delicado e pode causar manchas e queimaduras na pele. Existem algumas técnicas para diminuir os riscos de queimaduras, principalmente nas peles mais morenas, através do tempo que a energia é administrada e o tipo de pulso que é feito.

Por isso, sempre escolha um profissional de confiança e especializado em aplicações do laser. Se esses procedimentos forem feitos por pessoas que não sabem, podem causar um enorme dano à sua pele, pois as queimaduras podem resultar em bolhas, manchas e casquinhas.

Uma dica importante é, depois das aplicações passar um creme hidratante para revitalizar e proteger a pele, pois é bem normal o local ficar sensível por um tempo. Dependendo do local que foi feita a aplicação, o protetor solar é bem importante, mas claro, que evitar a exposição do sol é essencial para não criar manchas na pele.

As propostas da depilação a laser são muito boas, mas para você ter certeza que realmente quer fazer esse procedimento, vou te mostrar os prós e contra desse método.

Prós

Após o tratamento inicial, não é necessário fazer manutenção. Algumas pessoas só voltam a ter pelos depois de cinco anos e eles nascem mais claros e mais finos.

A técnica é rápida e segura. A quantidade de sessões varia de acordo com a área depilada, da cor da pele e da tonalidade dos pelos, assim como já vimos. Quando aplicado na virilha ou região das axilas, onde os fios são mais grossos e escuros, o laser tem mais resultados positivos, deixando a pele macia logo após a aplicação. Quando é feito no rosto e nas pernas, é comum a técnica precisar de mais algumas sessões para alcançar o resultado esperado.

• A depilação a laser é menos dolorosa do que aquela feita à cera.

• O custo e benefício são ótimos, pois as depilações à cera você precisa fazer duas vezes ao mês, enquanto a laser, e algumas sessões você já tem o resultado esperado, por no mínimo, cinco anos.

Elimina 80% dos pelos em menos tempo e de forma definitiva

• Nos aparelhos mais modernos, já é possível regular o alcance e a intensidade da luz, permitindo que mulheres de pele negras e bronzeadas façam o tratamento tranquilamente sem correr o risco de terem a pele manchada ou queimada.
depilação a laser como funciona

Contras

• É um tratamento de médio a longo prazo e o resultado final pode demorar um pouco para aparecer, pois as sessões devem ter um intervalo de até 40 dias. Aquelas pessoas que precisam de mais sessões, precisam se organizar para ficar mais tempo em função das sessões.

• O custo ainda é considerado alto, mas se comparado com a depilação à cera ainda vale à pena. Os valores variam do número de sessões e a região que está sendo feita.

• Possui risco de causar manchas e queimaduras na pele.

• A pele pode ficar um pouco inchada e irritada após as sessões.

• Durante às sessões você pode sentir uma leve sensação de queimadura.

• As regiões que receberam aplicações do laser, não podem, em hipótese alguma ficarem expostas ao sol, o que pode ser bem complicado para quem precisa sair todos os dias.

• Pessoas de pele morena ou negra precisam ter mais cuidado na hora de escolher o tratamento, pois estão mais suscetíveis a queimaduras. Mas como já sabemos, existem equipamentos que já eliminaram esse medo. É só ficar ligada.

Enfim, a depilação a laser é uma ótima opção para quem deseja ter resultados por bastante tempo e evitar o incomodo de depilações mais frequentes. Pesquise preços e procure uma clínica especializada e que possa tirar todas as suas dúvidas para escolher o melhor tratamento para o seu tipo de pele e de pelo. Não esqueça, o barato pode sair caro.

Bom, vou ali marcar minha sessão e já volto!

Gostou do artigo? então compartilhe!

Shares

Artigos relacionandos

Deixe seu comentário

Receba mais dicas como essa antes que todo mundo!

Digite seu melhor e-mail abaixo e clique no botão, simples assim!

Parabéns! Agora você receberá as nossas dicas em primeira-mão!

Receba mais dicas como essa antes que todo mundo!

Digite seu melhor e-mail abaixo e clique no botão, simples assim!

Parabéns! Agora você receberá as nossas dicas em primeira-mão!