O verão vem se aproximando e os dias mais quentes também e nada melhor do que se refrescar em uma piscina geladinha, não é mesmo? A piscina realmente é uma alternativa gostosa para os dias quentes, mas como fica a nossa pele com tanto cloro e sol? Neste artigo vou passar para vocês algumas dicas de como proteger sua pele depois da piscina e aproveitar o verão sempre linda.

Como proteger sua pele depois da piscina

A exposição constante à água clorada tem efeitos desfavoráveis sobre a pele, cabelo e mucosas, sobretudo pelo fato de eliminar os óleos naturais da epiderme.

De acordo com dermatologistas ficam ressacados não só por causa do cloro, mas sim pela ação dele com a água. A água penetra nas células de queratina, deixando-as inchadas e provocando pequenas aberturas na pele, que fica mais vulnerável ao cloro.

O mesmo acontece com os cabelos. A água abre as cutículas, permitindo a penetração do cloro, que deixa os cabelos ressecados, sem brilho e mais propensos a queda. Tudo isso acontece pelo fato de ficar muito tempo dentro da água.

Você sabe o que é cloro?
O cloro é o único produto químico economicamente viável para utilização em larga escala nas estações de tratamento. Ele é um eficiente desinfetante que impede a proliferação de bactérias transportadas pela água, que são causadoras de várias doenças.

O que preocupa a comunidade científica é que o cloro introduzido na água através de produtos químicos reage com outros elementos orgânicos, formando diversas toxinas. Estas toxinas, absorvidas facilmente pelo corpo humano, estão ligadas a uma ampla variedade de doenças, variando desde a asma, bronquite até câncer de mama, de bexiga e câncer colo-retal.

Cuidados que devemos ter antes de entrar na água

como proteger sua pele depois da piscina
1 – Faça exame médico
Mesmo que não seja obrigatório fazer o exame médico para frequentar a piscina, ele é bem importante para detectar problemas que podem se agravar com a umidade, como por exemplo fungos e micoses. Além de evitar que outras pessoas se contaminem.

2 – Evite fazer esfoliação
A esfoliação tira a camada de proteção natural da pele, deixando-a mais sensível aos danos que o cloro pode causar. Aqui vale evitar também o uso de sabonetes abrasivos ou loções que retirem a oleosidade que protege a pele.

3 – Tome uma ducha antes de entrar na piscina
A ducha antes de entrar na piscina ajuda a reduzir a sujeira da água. Geralmente nas proximidades das piscinas existem chuveiros para você se molhar antes de entrar. Quanto menos sujeira tiver na piscina, melhor. Sua pele agradece.

4 – Invista nos lipossomos e ceramidas
Produtos a base de lipossomos e ceramidas ajudam a impedir os danos que o cloro pode causar na pele, mantendo ela mais protegida. Os lipossomos têm a função de envolver as células, para que não entrem em contato com o cloro e as ceramidas retêm a água do corpo, funcionando como uma película protetora.

5 – Proteja a pele muito bem
Se pretende ficar exposta ao sol por algum tempo, é preciso aplicar o protetor solar para evitar queimaduras e manchas indesejadas na pele. Se você está fazendo algum tipo de tratamento para acne ou manchas, o protetor solar ainda é mais importante para não agravar o quadro.

6 – Hidrata-se sempre
Não é porque você está dentro da água que não precisa tomar água, não é mesmo? Principalmente as piscinas aquecidas, pois elas favorecem o aumento da temperatura corporal e com isso pode ocorrer uma desidratação. Portanto, tome muita água, antes, durante e depois da piscina.

Cuidados que devemos ter dentro da água

como proteger sua pele depois da piscina
1 – Atenção para o figurino
Existem roupas de banho específica para recreação na piscina e para natação. Os maiôs para praticar natação devem ser bem resistentes ao cloro, o que inclui não apenas o tecido, mas os elásticos das alças e vão das pernas. Prefira as cores escuras, pois elas mancham menos com o cloro.

Cuidados de como proteger sua pele depois da piscina

1 – Sempre retire o cloro
O melhor seria tomar uma ducha para retirar todos os resíduos da piscina e ainda usar óleos corporais ou hidratante próprios para o banho enquanto estiver no chuveiro. Procure usar sabonetes que ofereçam hidratação profunda depois da piscina.

2 – Cuide dos seus olhos
Por ser uma região mais sensível do corpo, a área dos olhos desidrata mais facilmente, por isso é recomendável aplicar compressas para manter a pele desta região sempre hidratada.

3 – Mantenha a pele hidratada
Como a pele fica muito agredida com o cloro e com os outros produtos utilizados na água da piscina, procure passar hidratante antes e depois. Os cremes à base de ureia costumam ser bastante eficazes.

Para dar uma ajudinha na hora da hidratação, vou dar uma sugestão de receita de hidratante caseiro que você pode fazer em casa.

Ingredientes
¾ de xícara de óleo de amêndoa doce
200 ml de água mineral ou filtrada
2 colheres de sopa de cera de abelha raspada (aquela utilizada para depilação, mas tem que ser de abelha, pois as outras não terão o mesmo efeito)
30 gotas de óleos essenciais

Modo de preparo
Coloque o óleo de amêndoa doce em um recipiente, junto com a cera de abelha e levando tudo a banho-maria até que a cera derreta por completo. Em seguida retire imediatamente a mistura do fogo, deixando que esfrie por cerca de dois minutos para evitar que a cera volte a endurecer.

O próximo passo é bater a água no liquidificados, acrescentando aos poucos a mistura de cera e óleo de amêndoas.

Em seguida adicione as gotas de óleos essenciais que você selecionou e bata tudo até obter uma pasta cremosa e homogênea.

Esse creme deve ser mantido, preferencialmente, na geladeira e tem uma validade de aproximadamente seis meses.
como proteger sua pele depois da piscina
4 – Cuide da sua pele
Quem pratica natação regularmente, precisa se dedicar mais ao cuidado da pele, pelo menos, uma vez por semana com uma hidratação mais intensa e demorada. O negócio é se dedicar nos cuidados.

5 – Cuide de suas unhas
Como as unhas também são feitas de queratina, elas também estão sujeitas aos efeitos da água e do cloro da piscina. Mas como elas são mais resistentes, os danos só aparecem depois que a unha ficou meses em contato com o cloro.

A unha em contato constante com o cloro tende a ficar amarelada ou com manchas brancas, em alguns casos pode desfolhar e desprender algumas camadas.
Caso suas unhas estejam prejudicadas pela água da piscina, use hidratantes específicos para unhas e cutícula.

6 – Use chinelos
Procure nunca andar descalça em volta e perto da piscina, pois devido a umidade, há grandes chances de proliferação de vírus e fungos.

7 – Erupções ou manchas na pele
Caso apareçam erupções ou manchas na sua pele por causa do cloro da piscina, procure seu médico ou dermatologista de confiança para que possa lhe examinar. Mesmo assim será necessário que você reduza sua exposição à água clorada para que a sua pele não piore cada vez mais.

Bom, vou ali dar um tbum e já volto.

Gostou do artigo? então compartilhe!

Shares

Artigos relacionandos

Deixe seu comentário

Receba mais dicas como essa antes que todo mundo!

Digite seu melhor e-mail abaixo e clique no botão, simples assim!

Parabéns! Agora você receberá as nossas dicas em primeira-mão!